Riachão das neves-BA: Suspeito de matar e jogar vítima dentro de uma fossa é preso pela polícia civil - MACAUBENSE LIFE

Agora

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Riachão das neves-BA: Suspeito de matar e jogar vítima dentro de uma fossa é preso pela polícia civil

Agentes investigadores da 11ª Coordenadoria de Polícia Civil (COORPIN/Barreiras) efetuaram a prisão de suposto homicida, após um crime cometido no mês de dezembro de 2018 numa casa pertencente a empresa Cargil, no povoado de Ouro Verde, município de Riachão das Neves/BA. Depois de diligências realizadas pelos policiais civis, Edilton Francisco da Silva, Vulgo “Negão”, 40 anos, natural de Morro do Chapéu/BA, foi localizado perto do bar São Jorge, no ‘anel da soja’, próximo à divisa de Riachão com os municípios de Luís Eduardo Magalhães/BA e Formosa do Rio Preto/BA.

Na ocasião do crime, a vítima foi identificada por Marcelo da Silva Nogueira, 29 anos, natural de Palmas do Monte Alto/BA. Seu corpo foi encontrado no interior de uma fossa, em avançado estado de putrefação, por isso, não foi possível identificar sinais de violência, sem antes realizar o exame de necropsia. Após receber laudo pericial confirmando morte violenta, provocada a pauladas, o delegado Arnaldo Monte prosseguiu com trabalhos de investigação até identificar o possível autor.


A polícia ainda não fez declarações sobre a motivação do brutal assassinato, mas de acordo com informações colhidas pelo delegado, poucos dias antes de morrer, Marcelo comentou com colegas, que tinha sido ameaçado por “Negão” e temia ficar sozinho naquele local.

Prisão do suposto homicida
O acusado foi preso na manhã de terça-feira (16), por volta das 09h 30 e encontra-se custodiado no Complexo Policial de Barreiras.

O delegado Arnaldo Monte emitiu nota de elogio e agradecimento aos investigadores, Ernesto Vieira Junior, Admilson Feitoza Borges e Mario Emilton Oliveira Ferraz, integrantes da 11ª COORPIN de Barreiras/BA, pelo que considera excelente desempenho na investigação e cumprimento de ordem judicial contra o investigado. “Agradeço também ao Coordenador DPC Rivaldo Luz pela liberação dos dois primeiros investigadores, sem os quais se tornaria praticamente impossível obtermos êxito na diligência, ao mesmo tempo em que recomendo que seja posto na ficha funcional dos investigadores tal elogio e comunicado à Secretaria de Segurança Pública (Polícia Civil)”, ressalta.

Negão está custodiado por força de Mandado de Prisão Temporária, expedido pelo MM. Juiz de Direito Substituto da Comarca de Riachão das Neves (BA), Dr. Ronald de Souza Tavares Filho. // Fonte Alô Alô Salomão

Nenhum comentário:

Postar um comentário