Mulher é morta a facadas dentro de casa pelo marido, brigavam muito diz vizinha. - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

terça-feira, 4 de junho de 2019

Mulher é morta a facadas dentro de casa pelo marido, brigavam muito diz vizinha.

Uma mulher identificada como Marlúcia da Conceição Jacob dos Santos, 43 anos, foi morta a facadas na frente do neto de dois anos, por volta das 12h30 desta terça-feira (4), no bairro Socopo, Zona Leste de Teresina. Segundo a polícia, o autor do crime seria o próprio marido da vítima, que fugiu do local a pé e foi preso horas depois.


"O marido chegou em casa e deferiu os golpes de faca na vítima, na presença de uma criança de dois anos. O suspeito estava fazendo tratamento no Caps [Centro de Atenção Psicossocial] e segundo os familiares, ele tinha evoluído no tratamento. Ninguém sabe o estopim de hoje, se houve alguma discussão entre eles", informou o delegado Roberto Lavor, do Departamento de Homicídio e Proteção À Pessoa (DHPP).

De acordo com os vizinhos, Marlúcia da Conceição morava com o marido Francisco das Chagas Pinheiro dos Santos, 51 anos. Eles tinham 27 anos de casados e três filhos. A casa deles fica dentro de um terreno com mais duas residências onde moravam as irmãs da vítima.

Marlene Jacob, irmã da vítima, contou ter saído para trocar a fechadura do portão e ao voltar se deparou com o cunhado chegando de moto. Segundo ela, ao entrar na casa Francisco das Chagas já foi agredindo a esposa.

"Escutamos só o grito, quando corremos, ele já estava vindo à nossa direção com a faca pra atingir eu e a nora dela. Eu liguei para polícia e o Samu, mas não deu tempo. Eu acho que ele estava louco. Todas as quatro vezes que ele tentou se matar, eu ajudei a salvá-lo, dessa vez não foi possível salvar minha irmã", disse Marlene.

O corpo da vítima foi encontrado na sala de casa. Uma vizinha, que preferiu não se identificar, revelou que o casal discutiu no turno da manhã por causa de um celular.

"No café da manhã, eles brigaram quando ela pediu o celular ao marido, que ele tinha escondido há duas semanas. Ele já tentou se matar antes, tinha problemas psicológicos, apesar disso ajudava todo mundo aqui no bairro", contou a vizinha. G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad