Possível passagem de asteroide é registrada por moradora em Guanambi-BA - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Possível passagem de asteroide é registrada por moradora em Guanambi-BA

Um grande clarão chamou a atenção de quem observava o céu na noite desta quinta-feira (3). Em Guanambi, uma criança viu o fogo no céu e mostrou para a mãe, que conseguiu fotografar o fenômeno com o celular.

Priscilla Guimarães, moradora do bairro Anita Cardoso, disse que estendia as roupas no quintal de sua casa por volta das 20h, quando foi alertada pela criança. “Meu filho estava brincando na bicicleta e falou ‘mamãe, olha o fogo’. Quando eu olhei vi tipo uma fumaça no céu e as nuvens bem vermelhas”.

Ela relata que chamou o marido para mostrar e tentar registrar. “Ai passou uma luz bem forte, no que passou e subiu ela voltou. Ai gritei meu marido, ele veio, pegamos o celular e ficamos apontando para o céu. Quando o clarão surgiu novamente nós fotografamos”.

Priscilla disse acreditar se tratar de um asteroide.
Imagem feita por celular mostra clarão no céu

A Agência Sertão tentou contatou com algum astrônomo mas não conseguiu obter respostas sobre a possível origem do clarão. A reportagem enviou as imagens para o Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP e aguarda retorno.

Um entusiasta de astronomia disse à reportagem que o fenômeno avistado pode ser o asteroide 2018 FK5, um Objeto Próximo à Terra (NEO), cuja trajetória ocasionalmente cruza a órbita da Terra em torno do Sol.

A Agência Sputink divulgou nesta semana que, segundo a Nasa, o corpo celeste passaria próximo à Terra a partir da última terça-feira (1º). Este asteroide foi observado pela primeira vez voando ao redor do Sistema Solar em 28 de março de 2018. A partir daí, a agência espacial iniciou o trabalho para calcular o tamanho, a velocidade e a trajetória do objeto com base em um total de 33 observações.

A publicação diz ainda que, de acordo com a Nasa, o tamanho do corpo celeste pode ser comparado ao tamanho de uma girafa adulta, e, por isso, caso entrasse na atmosfera, entraria em combustão em segurança antes de atingir o solo.

Isso porque qualquer objeto de até 25 metros de diâmetro não sobreviveria a uma queda flamejante através da atmosfera.

A Agência disse ainda que o asteroide provavelmente não chegaria perto o suficiente para atingir a Terra, já que deverá se aproximar a uma distância de 0,03405 unidade astronômica. Isso significa que o asteroide passará a uma distância segura de aproximadamente 5,09 milhões de quilômetros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad