Somália decreta 'emergência nacional' após nuvem de gafanhotos atacar plantações - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Somália decreta 'emergência nacional' após nuvem de gafanhotos atacar plantações

O Ministério da Agricultura da Somália decretou “emergência nacional” depois que nuvens de gafanhotos devastaram reservas alimentares na região conhecida como Chifre da África. A área é considerada uma das mais pobres e vulneráveis do mundo. "O ministro da Agricultura declara uma emergência nacional por causa do atual aumento dos gafanhotos, que constituem uma ameaça importante para a frágil situação da segurança alimentar da Somália", afirma um comunicado, de acordo com a AFP.



Nuvens de gafanhotos no norte da África são um problema histórico. Até mesmo na Bíblia aparecem registros de um relato similar, como uma das pragas do Egito antigo. A Somália é o primeiro país a decretar a emergência para tentar combater a infestação dos insetos. Especialistas alertam que o problema pode trazer consequências catastróficas para a região, que é frequentemente atingida por secas e inundações.

"As fontes de alimento das pessoas de seu gado estão ameaçadas", afirmou o ministério somali da Agricultura, pois os gafanhotos consomem grandes quantidades de cultivos e de plantas. Os insetos estão presentes em uma faixa de terra que se estende da Etiópia e Somália até o Quênia.

No final de janeiro, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) calcula que, no fim de janeiro, uma única nuvem de gafanhotos cobria uma superfície de 2.400 quilômetros quadrados, o equivalente à extensão de Luxemburgo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad