Ministério da Defesa investiga se militares tiveram recebimento indevido de auxílio emergencial - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

terça-feira, 12 de maio de 2020

Ministério da Defesa investiga se militares tiveram recebimento indevido de auxílio emergencial

O Ministério da Defesa abriu um processo para investigar se militares receberam, indevidamente, o auxílio emergencial de R$ 600. Diversas denúncias afirmam que soldados, sargentos e oficiais fizeram o cadastro no aplicativo da Caixa Econômica Federal para receber o benefício, mesmo não se encaixando no grupo que possui direito ao auxílio.



“O Ministério da Defesa informa que foi identificada, com o apoio do Ministério da Cidadania, a possibilidade de recebimento indevido de valores referentes ao auxílio emergencial concedido pelo governo federal”, diz a Defesa, em nota.

Ainda de acordo com o ministério, foram tomadas “todas as medidas necessárias à rigorosa apuração” do caso. A pasta também informou que tenta identificar “se houve valores recebidos indevidamente, de modo a permitir a restituição ao erário”.

Segundo o Ministério da Cidadania, caso haja recebimento indevido dos R$ 600, o valor deverá ser devolvido por meio do pagamento de uma Guia de Recolhimento da União (GRU).

A Caixa Econômica Federal afirmou que faz o pagamento do auxílio somente após a validação dos dados dos cidadãos pelo próprio governo. Os R$ 600 são destinados a trabalhadores informais, desempregados da baixa renda e autônomos, que foram atingidos pela crise causada pela pandemia do novo coronavírus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad