Mordido por morcego, jovem morre de raiva humana no Brasil - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Mordido por morcego, jovem morre de raiva humana no Brasil

Um adolescente de 13 anos morreu de raiva humana no Rio de Janeiro - é o primeiro óbito com este motivo no estado desde 2006. Segundo a Secretaria de Saúde do Rio, um alerta foi emitido para todos os municípios fluminenses depois da confirmação. A informação é do G1RJ.


O garoto contraiu a doença em Angra dos Reis. Ela morreu em março em uma unidade de saúde da capital do estado.  Não houve notificações de outros casos, informou na terça (16) a secretaria, mas o alerta foi enviado ontem por conta da conclusão da checagem sobre a causa da morte, que demorou por conta da pandemia do novo coronavírus.

O último caso de raiva humana registrado foi em São José do Vale do Rio Preto, há 14 anos. Na capital, o caso mais recente era de 1986.

Segundo o relato, o garoto foi mordido por um morcego no fim de janeiro. Ele não procurou um posto de saúde para tomar doses da antirrábica. Em 22 de fevereiro, começou a ter os primeiros sintomas da doença.

O menino foi internado em 7 de março e transferido cinco dias depois para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ), no Rio. A essa altura, a suspeita já era de raiva. Ele morreu no dia 30 de março.

Sintomas
A raiva humana, nos primeiros dias, tem como sintomas mal-estar, aumento de temperatura, falta de apetite, dor de cabeça, enjoos, dor de garganta, irritabilidade e sensação de angústia. No local da mordida há dor, queimação e formigamento.

Depois, conforme a doença progride, a pessoa passa a ter febre, delírios, espasmos musculares involuntários e convulsões, além de aumento da ansiedade e uma hiperexcitabilidade.

O quadro pode chegar à paralisia, com alterações cardiorrespiratórias, retenção urinária e problemas intestinais. O paciente pode ter sensiblidade a luz, dificuldade para engolir e até medo de água.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad