Caculé: garotinho de 03 anos engole moeda de 10 centavos e passa por procedimento gástrico para retirar o objeto - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

quarta-feira, 17 de março de 2021

Caculé: garotinho de 03 anos engole moeda de 10 centavos e passa por procedimento gástrico para retirar o objeto


Uma situação de aflição aconteceu com uma família na cidade de Caculé, um garotinho de 03 anos acabou engolindo uma moeda de 10 centavos. O site Sertão em Dia entrou em contato com a mãe de Samuel Almeida que relatou o fato.

” Foi desesperador, sempre estamos atentos na rotina de Samuel, mas dessa vez ele nos surpreendeu ao engolir uma moeda de 10 centavos, só descobrimos porque ele falou que tinha uma moedinha na garganta e estava doendo, assim que ele falou iniciamos a procura da assistência médica e foi constatado através de um raio x que realmente ele tinha engolido”.

Samuel ficou com a moeda por 08 dias no estômago, sendo retirada nesta terça-feira (16). Os médicos deram um prazo para que o objeto de valor fosse expirado com as fezes, não havendo o esperado o garotinho foi encaminhado para uma cidade próxima para um procedimento de endoscopia digestiva para retirada da moeda com um gastroenterologista pediatra da rede particular.

A mãe de Samuel, Virginia Almeida, fez questão de relatar o ocorrido nas redes sociais alertando as mães e pais ” redobrem os cuidados com seus filhos, pois o meu achou uma moeda em algum lugar da minha casa e acabou engolindo”. No alerta a mãe postou a foto do raio x.

Orientações médicas
A ingestão de corpos estranhos é muito comum na emergência pediátrica. Sendo assim, algumas informações sobre como manejá-la devem ser de conhecimento da equipe técnica.

A retirada de baterias, pilhas e ímãs deve ser feita via endoscópica em menos de 24h.

Em crianças com mais de 2 anos, objetos com menos de 2 cm podem ser retirados ambulatoriamente do estômago através de endoscopia, que pode ser feita em até 4 semanas, período em que o objeto ainda pode ser expulso seguindo o trajeto gastrointestinal. Após passar pelo piloro, o objeto pode ser acompanhado com radiografias constantes (diárias, por exemplo), em um serviço ambulatorial até que seja eliminado.

Em caso de objetos maiores que 2 cm, a retirada será endoscópica, pois dificilmente atravessará o piloro e, por isso. a endoscopia pode ser feita logo. //Sertãoemdia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad