Casal vítima de trágico acidente na BR 324 é sepultado em Riachão. As outras vítimas foram identificadas - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

domingo, 14 de novembro de 2021

Casal vítima de trágico acidente na BR 324 é sepultado em Riachão. As outras vítimas foram identificadas


Foi sepultado no fim da tarde deste sábado, 13, no cemitério de Riachão do Jacuípe os corpos do casal Edcarlos Carneiro de Araújo, 50 anos, e Zilvania Luiza Carneiro de Araújo, 48, mortos vítima de acidente de trânsito por volta das 21h de sexta-feira, 12, na BR 324, no sentido Salvador – Feira de Santana, mais precisamente nas proximidades do acesso a cidade de Terra Nova quando a van conduzida por Edcarlos conhecido como Edinho Viagens colidiu no fundo de uma carreta carregada com um container. Além do casal outras três mulheres morreram e duas foram levadas para o Hospital Cleriston Andrade em Feira de Santana.

Os corpos do casal chegaram do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro em Riachão do Jacuípe no início da tarde e foi levado para o Clube Lira Oito de Setembro onde foram velados até por volta das 17h quando saíram para o sepultamento. Motoristas de van colegas de trabalho de Edinho saíram em fila para última homenagem e quando os caixões estavam sendo retirados dos carros da funerária ele realizaram o buzinaço de adeus.

Edinho era irmão de Marcos Roberto que morreu vítima de acidente de moto em primeiro de agosto de 2020 em João Pessoa capital do estado da Paraíba.

Outras vítimas fatais foram identificadas
O Calila Notícias conseguiu identificar as outras três vítimas fatais, duas naturais de Riachão do Jacuípe, mas não foram sepultadas na cidade e outra de Salvador.

Grace Kelly da Silva, 30 anos, natural de Riachão do Jacuípe, era casada e morava em Salvador. Informações passadas a nossa redação por uma amiga dele dão conta que Kelly seguia para Feira de Santana passar o fim de semana com a mãe dela e que tinha uma programação para irem juntas para uma fazenda, mas seu destino não era Riachão, apenas até Feira de Santana.

Em conversa com o avó de Kelly ele estava muito abalado e disse que o sepultamento estava previsto para acontecer também na tarde deste sábado em Feira de Santana. Kelly deixa um filho de 14 anos.

A professora de língua portuguesa aposentada Maria Angélica Cunha, 70 anos, popularmente como Maria de Tino. Ela tinha uma casa em Riachão do Jacuípe e outra em Gavião onde residia na Praça Joaquim Pantaleão. Era solteira e residia com uma irmã. O sepultamento aconteceu em Gavião também no fim da tarde de hoje.

Vale lembrar que Gavião pertenceu a Riachão do Jacuípe até sua emancipação em 19 de março de 1985, portanto, que nasceu e foi registrado antes disso aparece como natural de Riachão, é o caso da professora Maria Angélica.

A última vítima fatal identificada é a psicologa Antonieta de Jesus Santos, 43 anos, residente em Salvador e estava vindo passar o fim de semana com o namorado, pessoa bastante conhecida na cidade como Tchê Bahia, mestre de capoeira, ele que faz aniversário neste domingo, 14, segundo informou uma jovem que se aprestou como filha dele. Em contato com Tchê Bahia ele informou que o sepultamento da namorada vai acontecer na manhã deste domingo, 14, em Salvador.

Era a segunda viagem de Tânia como era conhecida a Riachão do Jacuípe e a primeira tinha sido também no carro de Edinho, segundo relato do namorado.

As outras duas pessoas feridas que foram socorridas para o Hospital Cleriston Andrade não tivemos informações sobre identidades e estado de saúde, apenas de que estavam fora de perigo.

Os moradores de Riachão do Jacuípe estão abalados com a quantidade de óbitos, no espaço de 24h foram 12, a maioria por causas naturais. O que chama ainda mais atenção é a idade das pessoas, apenas uma considerada idosa. A situação considerado algo extraordinário fez com que a prefeitura decretasse luto oficial de 3 dias pelas mortes. //Calila Noticias


Nenhum comentário:

Postar um comentário