janilton jesus janilton jesus Author
Title: Região oeste: Roubo de celular vira fato corriqueiro em Barreiras
Author: janilton jesus
Rating 5 of 5 Des:
Usar ou simplesmente transportar um aparelho celular nas ruas de Barreiras se tornaram ações perigosas, porque os ladrões abordam pedest...
Usar ou simplesmente transportar um aparelho celular nas ruas de Barreiras se tornaram ações perigosas, porque os ladrões abordam pedestres a qualquer hora do dia ou da noite. O número de ocorrências registradas na delegacia de polícia comprova que os bandidos estão agindo diariamente e nos “quatro cantos” da capital do Oeste.

Na maioria das vezes, eles agem em duplas e empregam armas de fogo para coagirem e roubarem às vítimas. Em entrevistas à imprensa local, os delegados sempre advertem as pessoas para evitarem a exposição de aparelhos celulares em via pública.

Pedro Sampaio Barreto informou na delegacia, que próximo ao colégio padre vieira foi abordado por um individuo armado com um revolver, o qual anunciou roubo e subtraiu seu aparelho celular de modelo Galaxy A7 4G. O assalto aconteceu aproximadamente às 19h 30 de sexta-feira, 16. Quem recebe maior parte das denúncias através do 190 é a Polícia Militar, porém, os criminosos agem rapidamente para fugir do flagrante e raramente são localizados. Viaturas sempre são enviadas aos locais para atender as ocorrências.

No sábado, 17, por volta de 21h 30, à dona de casa Rita Reis de Jesus, de 36 anos, foi roubada na porta de sua residência, no Loteamento São Francisco, por dois homens negros e um branco, todos magros e altos. “A PM está fazendo ronda no bairro constantemente, mas o trabalho não é suficiente para evitar a ação deles”, ressaltou.

Jefferson Ribeiro Ferreira Silva e Lucas Rithelly de Pádua Franca foram assaltados por volta das 12h30 de sábado, 17, nas proximidades da Travessa São Jorge, Bairro Vila Brasil. Foram surpreendidos por dois homens, sendo um armado com revólver. 32 cromado. A dupla subtraiu dos rapazes, os aparelhos celulares (Samsung j5 metal e um Motorola moto G3 play). Os casos registrados no complexo policial de Barreiras, no bairro Aratu, são investigados pela 1ª Delegacia Territorial, uma vez que, o município ainda não possui uma delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio.

O delegado José Romero informou que, os autores de grande parte desses roubos são usuários de drogas, os quais vendem os aparelhos por um preço bem abaixo do valor de mercado, apenas para satisfação do vício. “A polícia civil tenta descobrir principalmente os receptadores, em casos de roubos de celulares em potencial, porque eles induzem esses ‘sacizeiros’ à prática do crime”, comentou o delegado. Foto: Uma das vítimas na delegacia Alô Alô Salomão

Advertisement

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Anúncios

 
Top