Jogador de futebol mata transexual para esconder relação entre os dois - MACAUBENSE LIFE

Agora

sábado, 23 de junho de 2018

Jogador de futebol mata transexual para esconder relação entre os dois


Um jogador de futebol, de 22 anos foi preso em flagrante na última quinta-feira (21/4) acusado de matar uma mulher transexual de 33 anos. A vítima foi identificada como Thalia Costa Barboza. Conforme a polícia, ela foi morta a pauladas por Douglas Gluszszak Rodrigues, que jogava futebol pela Associação Esportiva São Borja, time que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho.


O corpo de Thalia foi encontrado próximo a uma Estação de Captação de água às margens do Rio Uruguai, em São Borja, no Rio Grande do Sul. De acordo com o UOL, o suspeito assumiu a autoria do crime, alegando que estava sofrendo ameaças de Thalia, com quem mantinha um relacionamento.
“Ele conta que, nos últimos dias, vinha recebendo ameaças da vítima, que publicaria fotos dele com ela nas redes sociais”, contou o delegado responsável pelo caso. Douglas não deu detalhes sobre como cometeu o assassinato. Em nota, o clube no qual ele atua, a Associação Esportiva de São Borja, classificou o atleta como “um esportista disciplinado”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário