Trabalhador de Jacobina-BA é morto a facada onde morava com a esposa em Frutal (MG). - MACAUBENSE LIFE

Agora

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Trabalhador de Jacobina-BA é morto a facada onde morava com a esposa em Frutal (MG).


O trabalhador rural Gilmário Pereira da Silva, 19 anos, natural do distrito de Lages do Batata, no município de Jacobina-BA, morreu neste domingo (19), após ser esfaqueado na cidade de Frutal, no estado de Minas Gerais, onde estava residindo com a esposa.

O crime foi registrado pela Polícia Militar por volta de 5h20, em um condomínio na rua Dante Heitor de Assunção, 227, no bairro Frutal II. A vítima chegou a ser socorrida com vida, mas morreu pouco tempo depois de dar entrada no Hospital Frei Gabriel.


Conforme a ocorrência na registrada pela polícia, Gilmário foi golpeado no pescoço enquanto dormia em seu quarto, situado no interior do condomínio. No local ocorria uma confraternização. Ao perceber que o trabalhador havia sido esfaqueado, colegas acionaram o Corpo de Bombeiros, que prestou socorro à vítima. O suspeito do crime, Cícero Roseno da Silva, 21 anos, deixou o local antes da chegada da Polícia Militar.

Horas depois, Cícero da Silva seguiu até a Delegacia de Polícia Civil em Frutal e se apresentou de forma espontânea. Natural de Buíque-PE, ele afirmou em depoimento que esfaqueou Gilmário por temer ser morto pelo mesmo, após ter “passado a mão na bunda” da esposa da vítima. O fato teria ocorrido na presença de testemunhas, que o alertaram da gravidade de mexer com uma mulher casada.

Após prestar depoimento, Cícero da Silva foi encaminhado ao Presídio de Frutal. Em razão da gravidade do caso, o delegado que estava no plantão manifestou pela prisão temporária do autor. Um inquérito foi instaurado e o caso ficará sob a responsabilidade da Divisão de Homicídios da Polícia Civil. A previsão é de ao final do procedimento, a prisão do investigado seja convertida em preventiva.

O corpo de Gilmário está vindo para Lages do Batata, onde reside a maior parte de sua família, principalmente no povoado de Xororó, terra dos seus pais e onde a vítima residia antes de ir para Minas Gerais. [Blog Jacobina 24 Horas com informações do Portal Online]

Nenhum comentário:

Postar um comentário