Identificada: Mulher que se mudou de Irecê para Barreiras morre queimada após adormecer com cigarro aceso. - MACAUBENSE LIFE

Agora

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Identificada: Mulher que se mudou de Irecê para Barreiras morre queimada após adormecer com cigarro aceso.


Uma mulher de 58 anos morreu queimada após a casa dela pegar fogo na noite de sexta-feira (9), na cidade de Barreiras, região oeste da Bahia. Conforme o Corpo de Bombeiros, o incêndio iniciou após uma bituca de cigarro pegar no colchão da cama da dona da casa.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima foi identificada como Maria Lideci Alves Rocha. Ela era esposa de Renato, popular Teixeira, que morreu há 08 anos durante um assalto ao seu comércio, em Irecê. Maria morava em Barreiras a pouco mais 06 meses.  

De acordo com o órgão, a vítima adormeceu enquanto fumava. Parentes e vizinhos de Maria Lideci inforamaram que a vítima tinha o hábito de beber e fumar. A suspeita é de que a bituca de cigarro teria iniciado o fogo no colchão que se alastrou pelo interior da residência, atingindo móveis.

O Corpo de Bombeiros informou que Maria Lideci chegou a tentar sair da casa mas, devido à fumaça, desmaiou próximo à porta, onde o corpo foi encontrado. O barulho do estouro da televisão e a fumaça chamaram atenção dos vizinhos, que tentaram socorrer a vítima, que morava sozinha.

O incêndio foi controlado pelos vizinhos de Maria Lideci com a água do tanque de lavar roupas. Eles chegaram a remover a grade de proteção da casa e quebraram o vidro da janela.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Médico (Samu) foi ao local, mas a vítima já estava morta. O corpo de Maria Lideci foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, onde será necropsiado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário