Itororó-BA: Policia desvenda caso e prende acusado de matar jovem grávida, que teve ossada identificada - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Itororó-BA: Policia desvenda caso e prende acusado de matar jovem grávida, que teve ossada identificada

A polícia militar e civil de Itororó, sob a coordenação do delegado titular de Itororó Dr. Frank Nogueira, prendeu na noite desta quarta-feira, 22, Dielson França dos Santos acusado de ter matado a jovem Keliane Silva de Oliveira de, grávida e que teve a ossada encontrada às margens da BA 263, próximo ao antigo matadouro municipal de Itororó e identificada 15 dias após seu sumiço de uma residência no distrito de Bandeira do Colônia.



Ao confessar que matou a jovem, Dielson afirmou que conviveu durante um tempo com a mãe de Kely e que isso trouxe vários transtornos para sua vida. Dielson chegou a ser preso por agredir a mãe da jovem, foi enquadrado na Lei Maria da Penha e após ser solto decidiu que se vingaria. Então, na noite do dia 28 de novembro de 2018 ao perceber que Kely chegava em casa Dielson a abordou na porta, a levou para próximo do local onde o corpo dela foi localizado e acabou por enforcar a gestante de 3 meses. Dielson era suspeito do crime por já ter feito ameaças a vítima e por isso a polícia civil e o agente civil Kleber Silva seguiram investigando o homem.
A ossada de Kely foi localizado por um trabalhador rural e foi identificada após 10h ininterruptas de trabalho do perito técnico Elson Gonçalves que conseguiu identificar a ossada de Keliane Silva Oliveira pelo exame de papiloscopia. 

Usando a técnica de reidratação da pele o perito conseguiu, após solicitar a ficha ao CIPAPI-SSA da possível vítima, positivar o caso pelo dedo “mindinho”. Um trabalho que parecia impossível, mas, com muita dedicação, foi recompensado com a identificação. O trabalho do DPT foi fundamental para que a identificação da jovem fosse feita com agilidade.

Dielson segue a disposição da Justiça e poderá responder pelo crime de feminicídio, quando é “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, isto é, quando o crime envolve: “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”. // Informações do Blog Itororó Já

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad