Barreiras-BA informa o 66º óbito pelo coronavírus, na Bahia são 35 por dia. - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Barreiras-BA informa o 66º óbito pelo coronavírus, na Bahia são 35 por dia.

A Secretaria de Saúde de Barreiras comunica o 66º óbito, ocorrido no início da manhã desta segunda-feira, 07, em decorrência da Covid-19. O paciente estava internado desde o dia 1º de setembro na ala de leitos de UTI contratados junto à Americas Health Especialidades – AMH, no Hospital Central. Ele tinha 45 anos, apresentava quadro de obesidade e não resistiu ao avanço da Covid-19, apesar de toda a dedicação e zelo da equipe da unidade.

Nesse momento, a Secretaria de Saúde se solidariza com familiares e amigos do paciente, reafirmando a defesa pela vida e mantém todos os esforços necessários na promoção da assistência médica, a todas às pessoas que venham necessitar do atendimento especializado para Covid-19 no município de Barreiras.

Óbitos na Bahia

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 35 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.
O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 5.693, representando uma letalidade de 2,09%. Dentre os óbitos, 55,86% ocorreram no sexo masculino e 44,14% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 52,38% corresponderam a parda, seguidos por branca com 16,49%, preta com 15,46%, amarela com 0,83%, indígena com 0,11% e não há informação em 14,74% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 75,07%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (76,23%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad