Macaúbas-BA: Mesmo Já Tendo Tomado a 2ª Dose da Vacina Médico Macaubense é Internado com COVID-19 na UTI - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Macaúbas-BA: Mesmo Já Tendo Tomado a 2ª Dose da Vacina Médico Macaubense é Internado com COVID-19 na UTI


Os macaubenses pedem aos cristãos, com espírito de solidariedade, juntar a nós às 18:00 horas de hoje, 15 de junho de 2021, numa CORRENTE DE ORAÇÃO pela saúde de ALOYSIO LULA FIGUEIREDO que, na UTI do Hospital da Bahia em Salvador trava uma luta pra derrotar a moléstia COVID-19.

Que Deus ouça as nossas preces e, lhes pague pelo ato de caridade.

Mesmo tomando todos os cuidados necessários e já tendo tomado a segunda dose da vacina nosso amigo Dr. Aloysio foi contaminado pela COVID-19 cumprindo o seu papel de Médico.

A vida do médico é inteiramente dedicada ao cuidado com as pessoas. Seu objetivo principal é promover a saúde e o bem-estar delas, seja com orientações sobre como evitar doenças ou realizando tratamentos para sua recuperação.

Dr. Aloysio sempre cumpriu o seu papel salvando vidas, e nesse momento está precisando de nossas orações para salvar a sua vida.

Os cuidados com o novo coronavírus Sars-CoV-2 não devem ser ignorados mesmo por quem já completou o ciclo de imunização. De acordo com os estudos realizados sobre a viabilidade das vacinas contra a doença, a imunização ao vírus estará completa em cerca de 15 dias após a administração da segunda dose.

O uso de máscara de proteção, higiene constante das mãos e manutenção do isolamento social, especialmente evitando-se aglomerações, continuam sendo fortes aliados no combate à Covid-19, uma vez que ainda não é possível promover a vacinação em massa, em função do baixo quantitativo de doses de vacina recebido até o momento pelo Brasil.

Uma das grandes demandas da sociedade para este momento de vacinação é saber quando, finalmente, a vida voltará ao normal. Para a infectologista do Hospital Regional da Asa Norte, Joana Darc Gonçalves, alguns costumes podem se estender aos tempos pós-pandemia, especialmente o uso da máscara de proteção.

“Só poderemos deixar esses costumes para trás quando houver uma contenção de casos, que é atingida pela imunidade de rebanho, que por sua vez, só é alcançada por meio da vacina. Isso ainda vai demorar um pouco. A máscara previne não só para Covid, mas para outras doenças respiratórias. É algo que chegou para ficar, algo que vai ser incorporado à nossa cultura”, afirma a infectologista.

Ainda precisamos tomar todos os cuidados, a guerra que a população trava contra a COVID-19 ainda não acabou… vamos fazer a nossa parte evitando aglomerações e usando a máscara. //Blog do Jovane Sales

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad