Mulher morta a paulada em Eunápolis já tinha sido agredida pelo marido - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Mulher morta a paulada em Eunápolis já tinha sido agredida pelo marido


A mulher de 32 anos morta a paulada em Eunápolis, na noite da última sexta-feira (02), já tinha sido agredida pelo marido há menos de um ano e meio.

Em novembro de 2019, segundo a polícia do município de Serra, no Espírito Santo, Renata Moreira Delfino, 32 anos, foi esfaqueada por Genesis da Silva Souza, um ano mais velho que ela.

Renata teve ferimentos graves e precisou ficar internada. Na ocasião, a polícia capixaba não conseguiu prender o agressor. Pouco tempo depois, o casal reatou o relacionamento e se mudou para cidade de Eunápolis.

CRIME BRUTAL
De acordo com as investigações da Polícia Civil, Renata e Genesis discutiram na noite de sexta-feira, em casa. Ele teria dado diversas pauladas na cabeça e no rosto da vítima e, antes de fugir, fechou a casa, no bairro Dinah Borges. O corpo só foi encontrado por uma amiga no fim da manhã de sábado.

Crime aconteceu em casa na Rua Varsóvia, no bairro Dinah Borges

Renata foi enterrada sábado (03), no Cemitério da Saudade, no bairro Juca Rosa, zona norte de Eunápolis. A Polícia Civil já instaurou o inquérito para investigar o crime de feminicídio. Testemunhas estão sendo ouvidas, mas o acusado ainda não foi localizado. Qualquer denúncia deve ser encaminhada para o WhatsApp da Delegacia Territorial, pelo número (73) 98196-3666. //DoRadar64

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad