Brasil pode não ter agulhas e seringas para aplicar vacina contra a Covid-19, dizem fabricantes - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Brasil pode não ter agulhas e seringas para aplicar vacina contra a Covid-19, dizem fabricantes

O superintendente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (Abimo), Paulo Henrique Fraccaro, disse que o Brasil pode encarar problemas na aplicação da possível vacina contra a Covid-19 por conta da falta de seringas e agulhas.

A afirmação foi dada em entrevista à coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S.Paulo. “Só para vacinar contra a Covid-19, o Brasil vai precisar no mínimo de 300 milhões de seringas num prazo de três ou quatro meses”, explicou Fraccaro. O superintendente ainda revelou que, no Brasil, o tempo gasto para a produção de 50 milhões de seringas é de cinco meses.

Segundo ele, é esperado que ocorra uma gigantesca demanda pelos insumos necessários para a aplicação das vacinas, tanto seringas quanto agulhas. Outro fator de complicação são as diversas outras vacinas que o Brasil já disponibiliza, que deverão continuar sendo aplicadas."

"E o governo vai ter que continuar com as campanhas normais contra o sarampo, a dengue e etc”, destacou o superintendente. Fraccaro argumentou que já levou a questão para o governo de São Paulo e para o Ministério da Saúde. Segundo ele, o Brasil não pode esperar para olhar para essas questões da logística apenas quando a vacina estiver disponível, já que esse tipo de planejamento deve ser feito com antecedência.

O Ministério da Saúde, porém, afirmou que possíveis gargalos logísticos estão fora de cogitação, já que as “aquisições de seringas e agulhas serão compatíveis com a necessidade de cobertura populacional”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad