Brasileiros esperavam 'fortuna' e encontram centavos por meio do Sistema Valores a Receber - MACAUBENSE LIFE

Agora

Post Top Ad

terça-feira, 22 de março de 2022

Brasileiros esperavam 'fortuna' e encontram centavos por meio do Sistema Valores a Receber


Muita gente foi pega de surpresa, há mais de dois meses, pela notícia de que tinha dinheiro esquecido em bancos e financeiras a ser liberado pelo Banco Central por meio da plataforma SVR (Sistema Valores a Receber).

A expectativa era de encontrar alguma "fortuna" escondida, mas os brasileiros têm se deparado com apenas alguns centavos em suas contas. Nesta segunda (14), o Banco Central informa e libera a transferência dos valores disponíveis para os nascidos entre 1968 e 1983.
Nas redes sociais, o humor dos memes não perdoa.

O caso lembra o da idosa cuja família arrecadou dinheiro para evitar a decepção com o saldo do Valores a Receber, que era de 4 centavos. Filhos e netos se reuniram e entregaram a ela R$ 1.000.

Teve gente que encontrou valores de uma época remota.

A primeira fase do programa devolverá R$ 4 bilhões para mais de 28 milhões de pessoas físicas e jurídicas. Ao todo, são 26 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. Para saber se vai receber, é preciso informar o número do CPF ou do CNPJ, a data de nascimento do trabalhador ou a data de abertura da empresa.

Haverá ao menos duas fases de liberação. Nesta primeira, estão sendo liberados valores que foram deixados em contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível; tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente; cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; e recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

Será que esses centavos compensam o drama dos filhos que tiveram que lidar com a ansiedade dos pais? Tem gente tão decepcionada que acha que não compensa nem mesmo o trabalho do cadastro.

Para conseguir o acesso ao valor, a conta do portal Gov.br deve ser nível prata ou ouro, classificações de maior segurança e que exigem um cadastro mais completo, como ter biometria no Denatran (Departamento Nacional do Trânsito) ou no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Veja aqui o passo a passo para transferir o valor esquecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário